Ansiedade

Falta de concentração: diagnóstico e tratamento

Falta de concentração: diagnóstico e tratamento

A falta de concentração é um problema muito comum, que pode causar muitos prejuízos para a pessoa e ainda estar associada a diversas patologias.

O cérebro humano recebe uma quantidade gigantesca de dados diários: para se ter uma ideia, pesquisadores acreditam que seja cerca de 40 bits de informação a cada segundo. No entanto, ele consegue processar apenas de 2 bilhões de informações por dia, ou seja, é preciso filtrar e bloquear parte desses dados recebidos. Quando uma pessoa tem dificuldade de inibir essas distrações, não sabendo focar no que é necessário naquele momento, pode significar que ela tenha algum distúrbio que atrapalhe a atenção.

Há várias causas associadas com a dificuldade de prestar atenção, mas há alguns transtornos que estão diretamente ligados a essa característica. Continue a leitura e conheça alguns deles.

Transtorno do deficit de atenção e hiperatividade (TDAH)

O TDAH é um transtorno de causas genéticas e que acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Dentre os sintomas, estão a dificuldade de se concentrar, a inquietude e a impulsividade.

O diagnóstico para o TDAH deve ser realizado por um médico, mas a confirmação do distúrbio não é feita de imediato, pois é preciso que o psiquiatra analise criteriosamente o paciente. Para isso, além de anamnese, são aplicados diversos questionários de avaliação de sintomas e dos prejuízos que esses sintomas causam. Só então é possível chegar a uma conclusão.

Em casos de crianças, o tratamento é multidisciplinar, podendo envolver profissionais da saúde e pedagogia. O transtorno pode ser controlado também com medicamentos e terapia cognitivo-comportamental.

Ansiedade

A dificuldade de se concentrar — assim como irritabilidade, fadiga, inquietação, tensão muscular e perturbação do sono — é um dos sintomas da ansiedade.

O diagnóstico é feito por um psiquiatra, já que os sintomas podem ser associados a outros transtornos. Para tratar a ansiedade, é necessário terapia e o uso de medicamentos.

Depressão

É muito comum as pessoas associarem a depressão apenas à tristeza e à falta de ânimo, mas essa doença tem diversos outros sintomas, como cansaço, dores de cabeça alterações intestinais e também a falta de concentração.Por ser um transtorno que gera diversos prejuízos mentais, físicos e emocionais, a depressão precisa ser diagnosticada por um médico.

O tratamento é de responsabilidade de um psiquiatra, que, além de medicamentos e psicoterapia, pode receitar uma mudança no estilo de vida, incentivando a prática de atividades físicas e recreativas, por exemplo.

Síndrome de Burnout

A Síndrome de Burnout é causada pelo esgotamento físico e mental e está relacionada, geralmente, a problemas com o trabalho. Entre os sintomas, estão a dificuldade de concentração, os esquecimentos, a falta de atenção, a irritabilidade e a fadiga.

O tratamento consiste na associação de psicoterapia e do uso de medicamentos.

É normal que todos tenham episódios de falta de concentração ao longo da vida, por isso é importante perceber não só a frequência da distração, como também o aparecimento de outros sintomas: preocupação excessiva, cansaço, baixa autoestima e uso de substâncias químicas podem estar relacionadas com diversos transtornos.

Assim, o diagnóstico médico é importante justamente para ajudar a identificar a causa e indicar o tratamento específico para o que está provocando a falta de concentração.

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Foz do Iguaçu!

Posted by Dra. Simone Radecki in Ansiedade, Depressão, TDAH, Todos